Constelação Familiar Sistêmica

 

A constelação familiar sistêmica é um trabalho terapêutico, ensinada por Bert Hellinger, que gosta de chamá-la de filosofia de vida. Sofreu influência de várias abordagens e linhas de pensamento. Sendo que a fenomenologia e psicologia sistêmica são os principais pilares desse trabalho. Teve influência de muitas, umas delas é a Psicanálise, Gestalt terapia, Psicodrama, como também a teoria dos campos mórficos e mórfogeneticos de Rupert Sheldrek.

 

A constelação segundo Bert Hellinger não é um ofício, nem um método. Ela é um caminho, uma passagem para outro nível de consciência. É através dela que todas as perguntas encontram o seu caminho e sua resposta, em um nível sistêmico familiar. A teoria pode ser encontrada em mais de 130 livros de Bert Hellinger, mas a prática é descoberta de caso em caso, de forma nova e não fechada, e não racional. 

 

A constelação familiar trabalha como no nível da consciência familiar (coletiva) que atua em nossas vidas. Todas as memorias de nossos ancestrais estão presentes, porque não existe passado, presente e futuro separadamente. Acessar as informações que o campo apresenta é ver o todo, e quando vemos o todo, percebemos que existe muito amor em todo sistema familiar, e que

todos estão certos, de alguma forma. Porém, na maioria das vezes, o amor que esta atuando é amor “cego”, a repetição de um padrão, de um sofrimento, de uma doença, de problemas

relacionais, entre outros casos. E é esse o trabalho de uma constelação familiar sistêmica, apresentar o que esta oculto e mostrar um caminho de solução para o amor que cura. Não é uma terapia, e nem deve ser substituída pela psicoterapia individual, mas é algo que agrega e soma ao processo terapêutico.

um presente pra você

           

             Baixe seu e-book - As leis Sistêmicas 

Rua Frei Manoel da Ressurreição, 768, Jd. Guanabara - Campinas/ SP  CEP: 13076-411           michellepsicologa@outlook.com            (19) 98914.9595